Primeira refinaria do Espírito Santo vai ser construída em Jaguaré

Investidores assinam em 15 dias protocolo de intenções para dar início ao licenciamento

Produção em terra

Óleo produzido em terra será beneficiado na nova planta industrial, cujo investimento é de R$ 120 milhões

Fonte: A Gazeta

Finalmente o local onde será construída a primeira refinaria de petróleo no Espírito Santo foi revelado: o empreendimento ficará numa área de 200 mil metros quadrados no município de Jaguaré, entre a BR 101 e a Fazenda Alegre, unidade de recebimento do óleo produzido em terra no Norte. O investimento será de R$ 120 milhões.

A informação foi confirmada ontem pelo secretário estadual de Desenvolvimento, Nery De Rossi, e anunciada, no início da noite, pelo prefeito de Jaguaré, Rogério Feitane. Os investidores devem assinar, nos próximos 15 dias, um protocolo de intenções com o governo do Estado para dar início ao processo de licenciamento.
Depois de obtido o licenciamento, a previsão é de que em 16 meses comece a produção. A Refinaria Capixaba, que é como se chamará a empresa, é uma das quatro que serão implantadas no país. As outras ficarão em Sergipe, Alagoas e Ceará.

Nem o prefeito de Jaguaré nem o secretário de Desenvolvimento puderam dar mais detalhes sobre os investidores da REF Brasil, que está bancando o projeto das quatro plantas no país.

A negociação vem sendo conduzida pelo ex-diretor de refino e abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. Ele, no entanto, em entrevista ao jornal Valor, informou que sua participação na REF é por meio da consultoria Costa Global, empresa que o executivo criou depois de sua saída da Petrobras, em abril de 2012.

Capacidade

A planta de refino de Jaguaré terá capacidade para processar 5 mil barris por dia e será construída em módulos, que permitirá a ampliação futuramente. “Como estará próxima ao Terminal Norte Capixaba, que recebe o petróleo produzido na região, o óleo será levado por oleoduto até a refinaria, o que evitará que entre 30 e 40 caminhões por dia façam o trabalho”, explicou De Rossi.

Em princípio, as quatro subsidiárias da REF Brasil produzirão quatro derivados: gasolina, diesel, óleo combustível e bunker, nome dado ao combustível para navios.

Ainda não está definido, segundo De Rossi, como será a forma de obter o óleo para refinar e como serão comercializados os derivados. “Pode ser que a refinaria compre o petróleo da Petrobras, refine e venda no mercado. Mas, pode ser que a empresa faça uma prestação de serviço para a Petrobras refinando o óleo e entregando os derivados”, disse.

Para o prefeito de Jaguaré, esta é uma oportunidade muito boa para o município. “Tanto o governo do Estado quanto os prefeitos buscam a diversificação e a descentralização. Trazer uma indústria como esta para cá vai gerar empregos, impostos e novos negócios”, acredita Feitane, participante do processo de negociação de aquisição do terreno, que pertence à Fibria.

4 comentários em “Primeira refinaria do Espírito Santo vai ser construída em Jaguaré

  • 22/01/2014 em 21:27
    Permalink

    Uma Refinaria no ES é muito bem vinda!

    Resposta
  • 16/02/2014 em 06:43
    Permalink

    tomara que venha logo.

    Resposta
  • 18/02/2014 em 15:46
    Permalink

    O Espirito Santo está realmente precisando e merece bons empreendimentos. Estou otimista, dará tudo certo!

    Resposta
  • 14/03/2014 em 15:14
    Permalink

    Legal….Parabens ao Estado do E.Santo

    Resposta

Deixe seu comentário