Ambientes Hostis: Explosão na refinaria Pemex, no México (2012)

Pemex 2012

Um vazamento de gás natural provocou um incêndio na usina de compressão de gás da Petróleos Mexicanos (Pemex), matando cerca de 40 pessoas (26 mortos foi a contagem inicial), no Centro Receptor de Gás Condensado, situado no km 19 da estrada entre Reynosa e Monterrey, no Estado de Tamaulipas, nordeste do México.

A unidade distribui o gás natural retirado da chamada Bacia de Burgos, uma zona que concentra boa parte da produção de gás no México. Bombeiros da Pemex, do estado de Tamaulipas e do município de Reynosa conseguiram controlar as chamas cerca de duas horas após o início do incêndio.

A causa

Segundo Guillermo López, funcionário de uma empresa de manutenção contratada pela Pemex, “um caminhão-tanque estava sendo carregado junto a um dos tanques de gás e, possivelmente, uma das válvulas de segurança da mangueira de abastecimento falhou, provocando uma fagulha que levou à explosão seguindo de um grande incêndio cuja as chamas sobre a unidade atingiram uma altura de até 40 metros.

De acordo com a Defesa Civil da cidade, a refinaria não funcionava no momento do acidente, pois passava por uma manutenção preventiva. A estrada onde fica a unidade e que liga Reynosa a Monterrey teve que ser interditada.

Vários incêndios em instalações da estatal mexicana já foram atribuídos a vazamentos de dutos causados por quadrilhas que roubam combustível.

Deixe seu comentário