Querogênio: Poderá substituir o petróleo?

Querogênio


Por: Claudionor Vinicius

A ocorrência e acumulação de petróleo nas bacias sedimentares dependem de uma série de fatores para acontecer. O primeiro deles é a ocorrência das rochas geradoras. Sem elas, a formação de uma jazida petrolífera não acontece.

As rochas sedimentares podem ser formadas com acúmulo de matéria orgânica. As rochas geradoras são rochas muito ricas em matéria orgânica e para ocorrência do petróleo, devem estar sob condições adequadas de tempo, temperatura e pressão.

Para dar origem ao petróleo, essa matéria orgânica precisa passar por modificações provocadas pelo aumento da temperatura e pressão devido ao soterramento, resultando em carbono (C) e hidrogênio (H), elementos essenciais para a formação do petróleo.

O óleo extraído do folhelho betuminoso, o querogênio, tem as mesmas utilizações do petróleo e, se produzido, geraria uma grande importância econômica para o país. Mas existe um, porém: a extração do óleo gera um custo alto, o que acaba fazendo com que o óleo não seja economicamente competitivo.

Com esta finalidade, são utilizadas técnicas para caracterização de rochas geradoras, estudando assim a quantidade, a qualidade e o nível de maturação da matéria orgânica, contribuindo para a exploração de petróleo e xisto.

Diversos meios estão sendo estudados para que a extração do óleo no folhelho betuminoso não seja tão custosa. Enquanto isso o petróleo ainda é uma das melhores alternativas econômicas para as empresas  petrolíferas.

Seguir o TecPetro por e-mail

Cadastre seu endereço de e-mail para seguir o TecPetro e receber notificações de novas publicações por e-mail.