Já conhece o Banco de Dados de Exploração e Produção – BDEP da ANP?

BDEP ANP


Reprodução: ANP

Fundado em maio de 2000, o Banco de Dados de Exploração e Produção (BDEP) da ANP se consolidou como o maior repositório nacional de dados e informações técnicas sobre exploração e produção de petróleo e gás natural. Semelhante aos bancos de dados mantidos em outros países, o BDEP armazena, organiza e torna disponíveis informações geofísicas, geológicas e geoquímicas.

Os dados técnicos, após análise e processamento, ajudam a determinar as áreas das bacias sedimentares em que há mais probabilidade de ocorrer petróleo e gás natural. A aquisição de dados e a gestão desse acervo garantem ao Brasil o domínio sobre o conhecimento produzido a respeito do seu potencial em hidrocarbonetos.

A aquisição contínua de dados técnicos é essencial para que o Brasil possa estudar as bacias qualificadas como potencialmente produtivas e, assim, atrair investimentos para o desenvolvimento das atividades de exploração e produção – fatores que, somados, têm como resultado esperado o incremento das reservas e da produção de petróleo e gás natural.

Cabe à ANP, conforme a Lei nº 9.478/1997, regular a execução de serviços de geologia e geofísica aplicados à prospecção petrolífera, visando ao levantamento de dados técnicos, destinados à comercialização em bases não-exclusivas, além de organizar e manter o acervo de informações e dados técnicos relativos às atividades da indústria do petróleo.

Que dados estão armazenados no BDEP?

No BDEP são armazenados os dados de sísmica, de perfis de poços, de métodos potenciais (gravimetria, magnetometria, gamaespectrometria e eletromagnetismo) e de métodos geoquímicos.

Como são obtidos os dados técnicos?

Os dados técnicos podem ser obtidos tanto pelas empresas concessionárias, como por empresas capacitadas para a aquisição de dados, mediante autorização da ANP.

As empresas capacitadas podem coletar dados por sua conta e risco, ou por encomenda dos concessionários. Os dados adquiridos são entregues aos cuidados da ANP até 60 dias após a conclusão da aquisição. A ANP garante total sigilo sobre as informações durante o período de confidencialidade que for previsto para cada tipo de dado. Depois, os dados técnicos se tornam públicos, ou seja, ficam disponíveis para consulta.

Os dados não sujeitos à confidencialidade são públicos e estão disponíveis para a consulta. Pessoas físicas e jurídicas podem solicitar acesso aos dados públicos, pertencentes à União Federal e sob a gestão do BDEP. Para conhecer os procedimentos de acesso às informações, clique aqui para acessar o Sítio do BDEP.

Seguir o TecPetro por e-mail

Cadastre seu endereço de e-mail para seguir o TecPetro e receber notificações de novas publicações por e-mail.

2 comentários em “Já conhece o Banco de Dados de Exploração e Produção – BDEP da ANP?

Deixe seu comentário